15/05/2007

Noite dos Museus

Museu de Arqueologia (Mosteiro dos Gerónimos)
19 de Maio 21:30h
Habitar o Espaço
Desenho digital em tempo real: António Jorge Gonçalves
Música ao vivo: Fernando Mota

7 comentários:

Rini disse...

Olá Fernando,

Então estamos a trabalhar em sítios diferentes na Noite dos Museus. Só que não consigo ler o cartaz do teu post!
Não tens nada a dizer sobe o meu post "A Bela Arte de Dizer Mal"!?

nmbd disse...

bom dia
caro amigo
vou voltar aqui com mais tempo

borda de agua

rui r disse...

olá nuno,
vai aparecendo.

__________________________

caros colegas isso é que é sintonia.

Fernando Mota disse...

Olá amigo Rini,

Sobre "A Bela Arte de Dizer Mal" apenas tenho a dizer que não discuto os espectáculos nos quais estou envolvido a não ser com os meus colegas e amigos. E sobretudo não os discuto com críticos. O meu papel é fazê-los, o deles é comentarem-nos. Mas tenho acompanhado a coisa com atenção e tenho achado alguma piada à vossa troca de "piropos". E nos entretantos vai-se falando de teatro...

Rini disse...

Pois, caro Fernando, eu, pelo contrário, muitas vezes não consigo "calar-me", sobretudo com o teclado do computador à minha frente e ninguém por perto. Já reparei que este digitar pode ser mais perigoso do que falar, pois fica registado em documento, enquanto as palavras faladas voam com o vento para o esquecimento (isto soa bem, não?...).
O Rui assumiu hoje uma posição com bastante sensatez: "Não mandei achas para a fogueira, mas também não mandei água." Eu não consigo isto, mando achas, queimo uns dedos, mas continuo a tocar com os outros. Nos "Três Mosqueteiros" vocês ficariam bem como Aramis e Athos, eu ficava mal como Porthos por ter demasiados traços de um Dom Quixote, mal vejo as aspas do moinho mexer e fico maluco.
É um destino....

Rui R. disse...

e ainda bem Rini. São posts como o teu que geram polémica e acendem a discussão. E o teu representa mesmo a entrada numa nova era: aquela em que os artístas têm blogues e respondem aos críticos que por sua vez respondem aos artístas e pelo meio muita gente lê. Isto é maravilhoso. Durante anos a crítica era como uma estalada ou um beijo aos quais não se podia retribuir... agora já se pode. E espero que quando fizerem críticas que gostes respondas também. Aliás devíamos começar a criticar a crítica aqui no anacruses, convidar os colegas a passarem por cá e a darem a sua opinião.

abraço,

Rini disse...

Completamente de acordo, Rui. Por isso escrevi, logo a seguir ao meu post maldizente e como contraponto, a homenagem ao Manuel João Gomes.