13/05/2007

Será que ainda vou gostar dela!?


(transcrição parcial da página www.esquerda.net/ de 11 de Maio):
A Plataforma dos Intermitentes das Artes do Espectáculo e do Audiovisual manifestou fortes reservas em relação à proposta de lei do governo sobre o regime dos trabalhadores das artes e espectáculos e do audiovisual, aprovada ontem na generalidade. .....
Segundo Bruno Cabral, da Plataforma, a proposta demonstra uma incompreensão do que são realmente intermitentes. .....
"O Governo parte do princípio que o intermitente é um profissional sempre ligado à mesma estrutura, que tem momentos mortos no seu trabalho. Por exemplo, um músico de uma orquestra que tem ensaios, concertos, mas depois passa por algum tempo morto". Mas estes trabalhadores normalmente têm contrato, não são intermitentes. "Os verdadeiros intermitentes são aqueles que trabalham hoje para uma estrutura e amanhã para outra, o que é normal nas actividades artísticas e faz parte da diversidade normal neste tipo de manifestações.".....
Bruno Cabral aponta ainda um segundo problema: o projecto só leva em consideração os interpretes e não os técnicos intermitentes.
A Plataforma vai acompanhar o percurso na Assembleia da República da petição que entregou no dia 23 de Abril, e também o debate na especialidade da proposta e dos projectos de lei, procurando esclarecer os principais pontos em debate. Na opinião de Bruno Cabral, quem fez a proposta de lei do governo demonstrou um grande desconhecimento da realidade dos profissionais das artes, espectáculos e audiovisual.
E quem fez a proposta? A Ministra da Cultura.
Ergo, resposta à pergunta no título: não, para já ainda não vou gostar dela....
Vários depoimentos de profissionais intermitentes em relação à esta materia no site: http://www.aipcinema.com/lista_areas.php?IdArea=17

9 comentários:

Carlos a.a. disse...

Por este caminho vamos ser todos avençados e receber à peça!
O que isto significa, afinal, é que na hora de apresentar candidaturas a financiamentos os trabalhadores à peça não serão contemplados!
A proposta vem assinada pela Ministra, sim, mas a sua confecção tem a chancela do Instituto das Artes.
Abraço

Rui Rebelo disse...

exactamente Carlos.
Aliás eu acho que, com tantas trapalhadas do IA, deveriamos começar a escrever "iaiaia" em vez de "hahaha" como designação de riso e "iaiaiai" de tristeza.

E agora falando sério: parabéns pela forma como o Ideias Soltas tem tratado o assunto gestão cultural e ensino artístico.

abraço,

rui

Carlos a.a. disse...

Rui, olhe, prontox, obrigado. :)
Abraço

Susana Serrano disse...

Há realmente algo em comum com esta gente que dirige os ministérios que têm alguma coisa a ver com a cultura: não sabem nunca como funciona aquilo que supostamente deviam gerir. São todos, na realidade muito mais "coltos" que cultos. É preciso ter muita paciência!!!

rui r disse...

concordo susana, mas o pior é que quem governa acha que o ministério da cultura serve apenas para distribuir subsidios para calar vozes incómodas.
Para as áreas da cultura vão sempre parar os "boys" mais incompetentes e incultos.

Rini disse...

"Boys" and também pelo menos uma "Girl" (bem...) neste caso. E também não esqueçamos a Ministra da Educação. As duas fazem uma bela parelha, que gosto de qualificar como "As Gémeas Maldosas" desta Governo.

Rini disse...

...esqueçamo-nos da...(mais uma distracção)

rui r. disse...

Caro Rini,

Não creio que tenhas que estar sempre a corrigir o teu português. És o Holandês que melhor fala português em Portugal, por isso quando o significado está lá a forma não interessa.

Eu gosto do "desta governo"

abraço

Rini disse...

...fosga-se..