03/01/2009

Direito de Antena - Violoncelo

VIVA O VIOLONCELO!

Dos instrumentos de corda friccionada é para mim o que tem o som mais bonito.

Descendente da  viola da braccio (assim como o violino e o contrabaixo) e não da viola da gamba (viola de pierna). Nasceu há quase quinhentos anos e passou por vários tamanhos e afinações,  , até ao principio do sec. XVIII, quando Stradivarius normalizou a sua  forma, adquirindo um aspecto muito similar ao de hoje. Foi a partir daí que o violoncelo se espandiu largamente, inspirando compositores e aliciando os vituosos instrumentistas.
Um instrumento musical que fala por si.

O post de 22 de Outubro, tem várias interpretações  da suite nº 1 do J.S.Bach, inclusive a do Casals (quem achou as partituras numa loja de música em Barcelona, que até à data eram quase desconhecidas e referenciadas como estudos). Na sequência desse post, a Susana Serrano (também violocelo-partidária) encontrou uma versão maravilhosa do Paul Tortelier, e colocou-a no seu blog.

E é esta maravilha: masterclasse + suite (minuto 6:26)



7 comentários:

mdsol disse...

Liiiiiiiiiiiiindo!
Tão belo! Comoventemente bonito! Eu gosto muito, sei lá!
:)))

Fernando Vasconcelos disse...

Estou a ver que o Violoncelo tem aqui um lobby fortíssimo. Também gosto muito aliás a seguir ao violino seria o meu voto, bem agora tenho de conseguir fazer lobby pelo violino. Vamos a ver o que se consegue. Segue um post no meu blog :-)

Rini Luyks disse...

Também gostei muito do master-class de Paul Tortelier. No primeiro link no meu post a seguir ele aparece na companhia de Guilhermina Suggia!

Rui Rebelo disse...

pois é caro Fernando Vasconcelos,

parece que o seu violino está com dificuldades. Eu também tive muitas dificuldades a tentar aprender esse lindo mas dificil instrumento. tive aulas de violino durante 1 ano pois tinha herdado um. Já tocava razoavelmente bem outros instrumentos e tinha grande facilidade para a música. No entanto, ao fim desse ano, ainda desafinava imenso, mesmo mesmo numa simples escala de sol maior na primeira posição.

portanto, caro Fernando, o seu instrumento ganha com certeza na dificuldade e nas horas de estudo que exige. nisso é imbativel, bem como no papel que teve nos compositores e na orquestra. quanto ao som, é maravilhoso mas em comparação com o cello os a harpa, fica um pouco atrás.

mas já vi que está a fazer uma campanha eficaz no seu blog.

boa sorte e cumprimentos.

rui

handmade jewelry disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
安徽棋牌游戏中心 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
intelligence disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.