20/06/2007

Teatro Dionysus

Peço desculpa aos menos poliglotas mas é muito tarde para traduzir textos.
Foi sobretudo aqui que começou o nosso teatro.


The Theatre of Dionysus was a major open air theatre in ancient Greece, built at the foot of the Athenian Acropolis and forming part of the temenos of "Dionysus Eleuthereus". Dedicated to Dionysus, the god of plays and wine (among other things), the theatre could seat as many as 17,000 people, making it an ideal location for ancient Athens' biggest theatrical celebration, the Dionysia. It became the prototype for all Theatres of ancient Greece.

It was the first stone theatre ever built — cut into the southern cliff face of the Acropolis — and the birthplace of Greek tragedy. The remains of a restored and redesigned Roman version can still be seen at the site today.

In Classical Athens, when the theatre was the venue for the Greater Dionysia , competitions were held between Greek dramatists as part of the occasion. The categories that could be entered were Greek Tragedy, Comedy and Satyr play. The plays were performed by a Chorus, and the audience served as judges. Amongst those to have competed are all the reknowned dramatists of the Classical era, such as Sophocles, Euripides, Aristophanes and Aeschylus.

In the mid 4th century BC, racked stone tiers were constructed (where wooden benches probably resided before) in order to allow more seating. After this the theatre fell into disuse and little is recorded until 61AD where there is evidence of major renovations done by the emperor Nero.

8 comentários:

xistosa disse...

Já antes de cristo imperava o materialismo.
"Escavacar" uma rocha, para beber e adivinhar o jogo.
Afinal o mundo desenvolveu-se debaixo dum pensamento:
"Desmembrar a pedra e atingir o pedestral em rocha". A fortuna vem dentro de momentos ...

Fernando Mota disse...

?

Rini disse...

Não sei se o caro amigo Xistosa está a fazer uma alusão (ocorreu-me a mim) ao estádio Municipal de Braga, "A Pedreira" (da autoria do arquitecto Eduardo Souto Moura e do engenheiro Rui Furtado), os topos do qual estão constituidos pelo "amfiteatro rupestre da encosta do monte" (Wikipédia).
A ligação com materialismo também não vejo...

Rini disse...

Já agora, Fernando, falando em Dionysos (ou Bacchus em Latim), que tal os bacanais, o vinho!?

Fernando Mota disse...

...os gregos sabem-na. Toda.

xistosa disse...

A Acrópole, em honra da deusa Atenea, está escavado em rocha, sendo conhecido também pelo Teatro de Dionisos.
Estarei enganado?

Fernando Mota disse...

...um pouco, caro Xistosa. Eu também não sabia, antes de a ter visitado.

Acrópole
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Acrópole (do grego acro:alto, elevado - polis:cidade) é a parte da cidade construída nas partes mais altas do relevo da região. A posição tem tanto valor simbólico, elevar e enobrecer os valores humanos, como estratégico, pois dali podia ser melhor defendida.

Era na acrópole das diversas cidades que se construíam as estruturas mais nobres, tais os templos e os palácios dos governantes.

A acrópole grega original de Atenas ficou famosa pela construção do Partenon, suntuoso templo em honra à deusa Atena, ricamente construído em mármores raros e ornado com esculturas de Fídias por ordem de Péricles e com recursos originalmente destinados a patrocinar a guerra contra os Persas.

A palavra acrópole tem sido usada em arqueologia e história para designar os centros das cidades antigas ou sítios arqueológicos onde se situam as principais estruturas arquitetônicas.

P.S.: O Teatro Dionysus é uma das muitas construções contidas na Acrópole de Atenas. Na Grécia clássica o Teatro, mais do que para o público, era dedicado aos Deuses. Daí eu não ter entendido a sua alusão ao materialismo.

xistosa disse...

Vou tentar ficar convencido, porque meti as mãos pelos pés, a acrópole, "nada" tem a ver com o teatro, este sim, localizado em pontos estratégicos, mas este mais propriamente escavado na rocha.
Todos com panorâmicas que davam para visionar se se aproximavam inimigos.
As acrópoles, eram monumentos, sempre no topo.
Bem, mudemos de assunto, seja lá o que for...
Então os deuses não eram materealistas ???
Tais sumptuosidades para quê?
Encerro o assunto.
Cumprimentos e felicidades