14/02/2009

Astor Piazzolla - Bandoneon - Tango Nuevo

Olhando para os resultados da votação até agora, acho que o bandoneon tem uma boa hipótese de ganhar a competição parcial dos aerofones livres, vamos ver se consegue ameaçar a flauta na classificação geral!

Aqui um "masterclass" de Astor Piazzolla sobre o Tango Nuevo (mais de 45 minutos em 5 partes, clicar duas vezes na imagem para procurar as outras partes na coluna do lado direito da página).

Na terceira parte Astor fala um pouco sobre a história e a técnica do bandoneon: "The person who wants to learn this instrument must be a little out of his mind!"

10 comentários:

rui r disse...

Genial o Piazzolla, sem dúvida. mas estamos a eleger um instrumento e não um instrumentista ou um compositor. É claro que o bandoneon é um instrumento maravilhoso, mas grande parte do seu encanto nos chegou a todos através da genialidade de Piazzolla. No "código genético" da música universal, o bandoneon estará sempre associado a Piazzola. Deveria, aliás passar a chamar-se Piazzoleon.

Com a devida reverência ao instrumento e ao mestre, sabemos que a flauta é um instrumento que está no adn de todos nós. É o arquétipo da melodia e o instrumento mãe de todos os aerofones.

sem mais,

rui

avô laurinho disse...

vota bandoneo

Rini Luyks disse...

Ó Rui, este argumento não entendo. Se o bandoneon proporcionou a Piazzolla a possibilidade de mostrar o seu génio, isto parece-me um ponto muito a favor do instrumento. Idem para J.S.Bach e o órgão num post anterior.
A flauta é o melhor instrumento por ser mais "democrático"!?

P.S. Eu só votei duas vezes bandoneon até agora...e tu? (isto comece a ficar animado!)

rini disse...

errata: se o bandoneon proporcionar...

rui r disse...

Caro Rini,

A flauta não é melhor instrumento por ser mais democrático. é-o pela pureza do som, pela simplicidade, pela beleza. é a nossa segunda voz...

Rui Rebelo disse...

eu ainda só votei uma vez Rini. Apenas tenho feito campanha.

rini a corar de vergonha... disse...

Aiai, batoteiro que eu sou..:)!

rui mota disse...

Boa selecção. Não conhecia esta série de vídeos. Mas, se é verdade que Piazzolla renovou o tango e fez do género uma música mais universal, não é menos verdade que o bandonéon já era um instrumento bastante popular antes de Piazzola. Que dizer de Anibal Troilo - por muitos argentinos considerado o maior bandoneonista - de José Libertella e Luis Stazo (Sexteto Mayor), Néstor Marconi ou Daniel Binelli, para citar apenas alguns dos mais famosos tocadores deste instrumento?

Susana Serrano disse...

Vota bandoneon!

Rini Luyks disse...

Obrigado Rui M., é o comentário esperado de um musicólogo!
Eu também já estava à procura e reencontrei a o livro "O Guia do Tango" de Pierre Monette (tradução, Assírio & Alvim, 1998).

Também tenho um livrinho muito bom da BRT (rádio e televisão belga): "Verdriet waarop je kan dansen" (1981), uma breve história do tango. Tem o mérito de incluir entrevistas com Cuarteto Cedron e Astor Piazzolla muito antes do tempo da renovada fama do Tango (Nuevo).
VIVA O BANDONEON, BOLUDOS!