07/09/2007

Luciano Pavarotti (1935 - 2007)

http://www.youtube.com/watch?v=X_Hr_1zhjkM&mode=related&search=

Cantemos com ele:

Vide 'o mare quant'è bello!
Spira tantu sentimento
Comme tu a chi tiene mente
Ca scetato 'o faje sunnà.

Guarda, gua' chistu ciardino;
Siente, sie' sti sciure arance.
Nu prufumo accussì fino
Dinto 'o core se ne va...

E tu dice "I' parto, addio!"
T'alluntane da stu core...
Da sta terra dell'ammore...
Tiene 'o core 'e nun turna

Ma nun me lassà
Nun darme stu tormiento!
Torna a Surriento,
Famme campà!

No documentário da BBC "Pavarotti - the last tenor", exibido nesta noite na RTP, há um momento bonito: numa festa de família o seu velho pai Fernando, sempre padeiro de profissão mas também com uma bela voz de tenor, canta uma música e depois diz: "Ai meu filho, até onde não podias ter chegado, se tivesses a minha voz!?"

4 comentários:

rui disse...

confesso que nunca fui fã do Pavarotti apesar de lhe reconhecer m mérito e a voz. Já o talento e o gosto...

bom, é a minha opinião.

morreu no dia em que a minha filha mais nova fez 1 ano.

Rini disse...

Olá Rui,

Também não sou/fui fã ferrenho do Pavarotti, como dizes: o gosto e o talento....
Aquele documentário foi de facto um bocadinho limpinho demais.
Por isso só a voz em "Torna a Surriento", uma canção que adoro e até cantei/toquei no ano passado com colega clarinetista Luís durante um mês no restaurante italiano "Don Pomodoro" nas Docas de Alcântara!

xistosa disse...

Tudo tem um fim ...
calou-se um vozeirão tremendamente trinitroante!

Susana Serrano disse...

Olá Rini! O meu comentário não tem nada a ver com o cantor, mas queria perguntar-te se queres as fotografias que tirei na Póvoa aos Kumpania Algazarra. Desculpa a pergunta pública mas não sei o endereço de email do blog.
Um beijo, Susana