27/07/2007

El Jueves



Uma questão de solidariedade, o assunto já foi abordado em vários meios de comunicação. Parece que temos um novo caso depois das caricaturas sobre Maomé na imprensa dinamarquesa no ano passado.
Um juiz espanhol proibiu a venda da última edição da revista satírica "El Jueves". Na capa da revista aparecem os Príncipes das Astúrias numa caricatura irreverente, uma alusão aos incentivos à natalidade, anunciados recentemente pelo governo espanhol.
Título: "2500 euros por filho". O Príncipe Felipe de Bourbon diz: "Já imaginaste se ficasses grávida, será a coisa mais parecida com trabalhar que fiz na minha vida".
A Princesa Letízia de Ortiz, de olhos esbugalhados, não diz nada e faz bem.
Pessoalmente não considero esta caricatura uma obra prima, mas como sempre: a proibição chama a atenção. Mais grave ainda: um dirigente da Federação Espanhola de Humoristas Gráficos considerou que a revista "exagerou" na caricatura, defendendo que "a liberdade de imprensa deve ter limites".
Do lado da Casa Real Espanhola nenhuma queixa foi apresentada até agora, parece......

(Caro leitor deste blogue, já reparou!? Abençoado é você, ora brindado com uma belíssima sonata de violino de Beethoven, executada por uma mulher de sonho alemã, ora convidado a pensar um bocadinho sobre o que se passa, mas sempre num tom ligeiro, pois de semblantes carregados o mundo já está cheio)

8 comentários:

Rini Luyks disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CH disse...

Olá, Rini;
Passando novamente por cá para ler as novas.
Achei engraçado o enfoque dado à política de incentivo à natalidade na Espanha, ah ah.
E o príncipe aí com as barbas de molho!
Chamou-me mais atenção a "idéia de jerico" do tal dirigente, acenando com uma mordaça para a liberdade de imprensa.
O pior é que falam disso também do lado de cá do atlântico. Uma lástima!
Abraço do
Carlos

Rui Rebelo disse...

ainda hoje se falava sobre esta nova lei ao almoço aqui por Mérida, a propósito de eu ter 3 filhos. E o Jochen, o nosso técnico alemão disse que na Alemanha o subsidio é de 25.000€

abraço
rui

Rui Rebelo disse...

Caros colegas blogistas,

Não posso fazer um post sobre o sucesso do espectáculo ontem aqui em Mérida pois iria parecer que vos estava a fazer inveja, por isso deixo testemunho aqui nos comentários.

O espectáculo não podia ter corrido melhor. O público adorou e a organização do festival só lamntava o facto de não podermos fazer mais duas ou três apresentações.
Fizeram-nos uma proposta para fazermos uma co-produção com o festival para 2008.

Uma equipa da SIC veio cobrir a participação no festival e hoje à tarde vamos fazer umas entrevistas dentro da piscina. Infelizmente não conseguimos fazer nada sério por isso o resultado é uma incógnita.

Trouxe o meu filho que está a adorar isto tudo e ficou convencido que é sempre assim...

Bem, agora que já desabafei, vou dar um mergulhinho antes de ir almoçar.

a ver se fico com algumas imagens da cobertura da SIC para fazer um youtubinho.

Cristina GS disse...

Parabéns pelos êxitos. Que perdurem.

Rini disse...

Boas férias, Rui!

MCA disse...

Começo por dizer que sou republicana e laica.
Acho de um gosto deplorável esta caricatura. Isto não é humor, é a mais apurada estupidez.
Mas não deixa de ser curioso pensar no que pensariam os dinamarqueses (que também são uma monarquia) se, em vez de um cartoon a gozar com Maomé, aparecesse um cartoon deste tipo, a gozar com a rainha deles.
O problema da nossa sociedade «livre» é que não apenas se perdeu o sentido do sagrado mas também o sentido do bom gosto. E perdeu-se o respeito por tudo. Quando perdemos o respeito por tudo é porque já perdemos o respeito por nós mesmos.

MCA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.