05/10/2007

Brasil - "Terra de Nosso Senhor"



E lá vamos nós (Companhia do Chapitô) amanhã com "O Grande Criador" para o Brasil fazer meia dúzia de apresentações.


8, 9 e 10 de Outubro em São Paulo no Teatro Sérgio Cardoso, inseridos no projecto "Cena Estrangeira"
.

12, 13 e 14 de Outubro no Rio de Janeiro, no Centro Cultural Banco do Brasil, na programação do festival riocenacontemporanea
.
.
.
Uns dias tropicais...
Uns dias de Primavera...
Até já!

16 comentários:

Susana Serrano disse...

Bom trabalho, boa viagem e melhor regresso. Cá ficamos à espera das impressões brasileiras!

Rini Luyks disse...

Como já disse: "Deus é Brasileiro!"

Cristina GS disse...

Quem dera!...Bom trabalho

Maria Velho disse...

Ah! que inveja...
Muita m---a!

Tinta_Azul disse...

Que tudo vos corra bem.
Que o Cristo vos abençoe :))))

rui mota disse...

Saravá!

Menina_marota disse...

Boa viagem... ;)))

rui rebelo disse...

já cá estou nesta selva de cimento que é São Paulo.

Vamos dar um mergulho na piscina e depois vamos montar ao Teatro.

O tempo está óptimo.

vou dando notícias

luense disse...

Olha Rini... segundo o Chico Buarque:

"(...)
Deus é um cara gozador, adora brincadeira
Pois pra me jogar no mundo, tinha o mundo inteiro
Mas achou muito engraçado me botar cabreiro
Na barriga da miséria, eu nasci batuqueiro
Eu sou do Rio de Janeiro
(...)"

rui disse...

Pois, luense... do Rio de Janeiro.
Como é que é aqui por São Paulo?

vou para o teatro que é fantástico. Somos destaque na Veja e no Jornal do Brasil. A ver se enchemos os 862 lugares...
inté.

aminhapele disse...

Gostaria de assistir,dado que estou por cá...
Mas estou em Búzios,e regressarei a Portugal 2ª feira.
O chopinh fica para outra ocasião.
Um abraço.

luense disse...

Rui não esperava que logo tu não te tivesses lembrado desta imediatamente. Para te avivar a memória, aqui vai:

"Alguma coisa acontece no meu coração
que só quando cruzo a Ipiranga e a Avenida São João
é que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi
da dura poesia concreta de tuas esquinas
da deselegância discreta de tuas meninas

Ainda não havia para mim Rita Lee, a tua mais completa tradução
Alguma coisa acontece no meu coração
que só quando cruzo a Ipiranga e a Avenida São João

Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto
chamei de mau gosto o que vi
de mau gosto, mau gosto
é que Narciso acha feio o que não é espelho
e a mente apavora o que ainda não é mesmo velho
nada do que não era antes quando não somos mutantes

E foste um difícil começo
afasto o que não conheço
e quem vem de outro sonho feliz de cidade
aprende de pressa a chamar-te de realidade
porque és o avesso do avesso do avesso do avesso

Do povo oprimido nas filas, nas vilas, favelas
da força da grana que ergue e destrói coisas belas
da feia fumaça que sobe apagando as estrelas
eu vejo surgir teus poetas de campos e espaços
tuas oficinas de florestas, teus deuses da chuva

Panaméricas de Áfricas utópicas, túmulo do samba
mais possível novo quilombo de Zumbi
e os novos baianos passeiam na tua garoa
e novos baianos te podem curtir numa boa."

Sampa de Caetano Veloso

rui disse...

Luense,

fui ontem ao cruzamento da Avenida Ipiranga com a Avenida São João para ver o que é que acontecia no coração do caetano e no meu não aconteceu nada. Isto é realmente o avesso do avesso do avesso do avesso. É preciso aprender a gostar de São Paulo. Estou a tentar.

luense disse...

Se tivesses ido à praia de Itapuã terias compreendido ainda com mais dificuldade porque é que "é bom passar uma tarde em Itapuã"... outros tempos... outros tempos. Conseguiram estragar tudo. Além de tudo, o Caetano caiu em São Paulo nos anos 70 vindo da Baía.

rui disse...

Luense,

Isto nos anos setenta já era o que é hoje. Só que no cruzamento da Ipiranga com a São João era onde paravam os artístas todos, onde havia os bares dos artístas símbolo da criatividade urbana, aquela que se inpira apenas nas pessoas pois não há natureza para ver ou respirar.

luense disse...

Precisamente.

Vai ver este vídeo revelador:

http://www.youtube.com/watch?v=TB6Cpy-X7A8

O Caetano está claramente enebriado e absorvido pela situação. Parece uma criança a quem foi revelado o mundo.