16/12/2008

Um blogue ao meu gosto


Vi este cartaz perto da estação de Sete Rios. É o post do dia 3 de Outubro do blogue anarco-sindicalista http://ait-sp.blogspot.com/ (clicar par ampliar).
Com as notícias dos últimos tempos o cartaz poderia ser actualizado quase diariamente!
Chamar os bois pelos nomes é preciso.

4 comentários:

Rui Rebelo disse...

Eles comem tudo e não deixam nada
e ainda roubam do nosso prato.

rui mota disse...

Este jornal de parede faz-me lembrar um "danzibao" que um grupo anarquista de Utrecht editava nos anos setenta. Durante anos a fio, a cidade de Utrecht era coberta de jornais de parede que, quinzenalmente, denunciavam os casos de corrupção na cidade. Ninguém sabia quem eram os autores, mas toda a cidade falava dos casos que o jornal publicava, pois as pessoas eram obrigadas a ler as notícias quando na manhã seguinte iam para o seu trabalho. Lembro-me de um caso com uma construtora civil (Bredero?) que esteve envolvida em negócios de especulação imobiliária aquando da construção do complexo Hoog Catarijn no centro da cidade...um escândalo político à época, que foi notícia em todo o país.

Anónimo disse...

Quando cheguei a Hood Catarijn algo me pareceu que não batia certo:
-Uma estação de comboios do tamanho de um aeroporto?!...

Talvez a explicação esteja no comentário supra!
Dervich

Rini Luyks disse...

Caro Rui M., caro Dervich,

Os vossos comentários fazem-me lembrar um episódio significante na minha vida. O complexo em Utreque (Utrecht) chama-se "Hoog-Catharijne" e tem um sala de concertos "Vredenburg". Foi aí que vi pela primeira vez (de duas, a outra foi no Coliseu de Lisboa em 1987) um concerto de meu ídolo Astor Piazzolla no Outono de 1984.
Poucos mese depois desenhei um mini-"dazibao" na minha própria defesa. Vai ser o meu próximo "post-enigma"...